in

Ferrari sinaliza em qual corrida Carlos Sainz pode retornar

Caso não reúna condições de correr, Carlos Sainz deve ser substituído mais uma vez pelo novato Oliver Bearman

Carlos Sainz, piloto da Ferrari
Carlos Sainz, piloto da Ferrari (Divulgação / Ferrari)

Retirado às pressas do GP da Arábia Saudita por conta de quadro de apendicite, o espanhol Carlos Sainz se recupera após procedimento cirúrgico e ainda não tem presença garantida no próximo compromisso da Fórmula 1, no dia 24 de março, no GP de Melbourne, na Austrália. Apesar do cenário de cautela, o chefe da Ferrari, Frederic Vasseur discursou em tom otimista sobre o retorno do piloto titular.

Nos bastidores, a escuderia italiana tem confiança de que, em duas semanas, Carlos Sainz se reabilite totalmente, ficando assim apto para retornar às pistas. Horas depois de passar por cirurgia, o espanhol chegou a marcar presença no paddock da Ferrari no GP deste final de semana, onde acabou sendo substituído pelo jovem Oliver Bearman.

Após do circuito em Jeddah, Vasseur foi questionado sobre uma possível volta de Carlos Sainz em solo australiano, e a resposta foi animadora para os fãs.

“Isso eu não sei, honestamente. A recuperação até agora é incrível, o fato de ele ter vindo hoje para estar com a equipe é um sinal muito bom e um apoio muito bom para nós”, iniciou o chefe da Ferrari.

“Agora, ele voltará comigo amanhã [domingo] e terá uma semana de descanso completo, e tomaremos uma decisão sobre quando ele deverá voar para Melbourne dentro de uma semana. Mas estou bastante otimista”, complementou Vasseur.

Sainz já havia sido ausência no media day, realizado na última quarta-feira, por conta da doença, inicialmente, não detalhada pela Ferrari. No dia seguinte, ele ainda chegou a realizar as primeiras sessões de treinos livres, mas diante do diagnóstico, teve que ficar de fora da disputa para ser operado.

Toda a postura de entrega do piloto foi bastante elogiada pelo “manda chuva” da Ferrari. “Acho que é uma característica da família! Não tenho força suficiente para tirar Carlos do carro. Quando ele chegou na manhã de quinta-feira, não se sentia bem, ‘Deixa-me tentar fazer algumas voltas’, e fez a sessão completa. À tarde, foi exatamente a mesma coisa.

“Já nesta fase foi incrível para mim, porque descobri depois da sessão que ele estava completamente destruído. Se você olhar o resultado do TL1 e TL2, ele teve um ritmo muito decente e foi capaz até de fazer trechos longos, e isso foi mega. Mas agora vamos nos concentrar no futuro do Carlos. O mais importante não é forçar hoje, é recuperar e recuperar bem. Não quero pressa, mas ele é adulto e tomará a decisão certa”, completou Vasseur.

Avatar

Escrito por Cido Vieira

Comentários

Loading…

Piloto da Ferrari, Charles Leclerc admite surpresa com ritmo da Mercedes no GP do Catar

Leclerc vê Ferrari com chance de igualar Red Bull

Nico Hulkenberg

F1 hoje: Nico Hulkenberg quer ‘retribuir favor’ a Magnussen após ajuda na Haas