in

Mercedes estreia atualizações no fluxo de ar no GP da China

Mercedes resolveu apostar alto no Grande Prêmio da China com uma atualização importante para limpar o fluxo de ar de seus carros

Carro da Mercedes durante o GP do Japão
Carro da Mercedes durante o GP do Japão (Twitter oficial Mercedes)

A Mercedes juntou-se à Williams e à RB com ajustes nos carros para o Grande Prêmio da China de Fórmula 1 neste final de semana, com o objetivo de melhorar o fluxo de ar ao redor da cabine. Tudo indica que as mudanças estão fazendo resultado, considerando os dois carros entre os dois primeiros colocados no qualy do Sprint.

Embora as equipes muitas vezes relutem em introduzir grandes pacotes de desenvolvimento para fins de semana de corrida de velocidade, devido à limitação da corrida em pista, isso não as impede de buscar ganhos de outras maneiras. Nas inscrições da equipe apresentadas à FIA para a corrida deste fim de semana em Xangai, três equipes fizeram revisões na área ao redor do piloto e da cabine.

Na RB, tivemos a remodelagem o apoio de cabeça atrás do capacete dos pilotos para ajudar a gerir melhor a separação do fluxo de ar nesta área, o que deverá trazer benefícios mais a jusante. Na Mercedes e na Williams, as mudanças chegaram à área do halo, que também visa limpar o fluxo de ar. Além disso, a Mercedes adicionou um pequeno movimento em cada lado da cabine atrás do Halo.

A ideia é que esses ajustes ajudem a gerar pequenos vórtices para ajudar a controlar o fluxo que sai da cabine, o que então ajusta o ar muito melhor à medida que se dirige para a asa traseira.

Chefe de desempenho da Williams faz comparações com a Mercedes

O chefe de desempenho de veículos da Williams, Dave Robson, disse que embora as mudanças parecessem relativamente pequenas no grande esquema das coisas, a área do cockpit era bastante crítica em termos de distribuição melhor do fluxo de ar ao redor do resto do carro. É por isso que ele considerou intrigante que outras equipes também tivessem introduzido mudanças aqui no mesmo fim de semana.

“É uma área importante. Eu vi aquela lista [de inscrições da FIA] esta manhã e fiquei bastante surpreso com a coincidência. Mas, no nosso caso, fizemos algumas visualizações de fluxo em nosso Halo Shroud algumas corridas atrás e vimos alguns aspectos do fluxo que não gostamos. Foi isso que nos inspirou a melhorar o fluxo, compensar as perdas no cockpit e apenas garantir que elas acabem na parte traseira correta do carro.”

Fabricio Carvalho

Escrito por Fabricio Carvalho

Jornalista baseado no Rio de Janeiro. Redator de notícias, artigos e relatos sobre esportes nacional e internacional

Comentários

Loading…

OAKBERRY Bassani F4 lidera em primeiro dia de atividades em Interlagos com Matheus Comparatto

Esteban Ocon, Alpine

Esteban Ocon recebe atualizações no chassis do carro da Alpine