in

Morbidelli revela dificuldades com moto da Ducati

Morbidelli não escondeu que está passando por momentos de dificuldades neste momento com a Ducati na MotoGP

Franco Morbidelli
Gold and Goose/Motorsport Images

O piloto da Pramac Ducati MotoGP, Franco Morbidelli, diz que ainda “falta conhecimento” e “liberdade” para pilotar a Ducati por instinto após duas rodadas da temporada de 2024.

O três vezes vencedor de corridas de MotoGP enfrentou um final de semana complicado no Grande Prémio de Portugal, apesar de ter dado um passo em frente na sua compreensão do GP24. Qualificando-se em 17º, Morbidelli terminou em 18º no Grande Prêmio depois de cair na primeira volta em um incidente que deixou Joan Mir, da Honda, infeliz.

A transição de Morbidelli da Yamaha para a Ducati em 2024 foi enormemente afetada pela concussão que sofreu num acidente de treino que o forçou a perder todos os testes de pré-temporada. O piloto disse que não é capaz de pilotar a GP24 por instinto neste momento e está a pensar muito no processo.

Morbidelli recusou-se a fazer comparações entre as motos Yamaha e Ducati por respeito, mas afirmou que ficou “impressionado” pelo facto do seu ritmo no GP de Portugal ter sido bom o suficiente para os oito primeiros, apesar das suas limitações.

Aspas de Franco Morbidelli

“O que mais sinto falta agora na moto é o conhecimento e a liberdade de fazer as coisas por reflexo. Preciso pensar muito no acionamento dos dispositivos, na alavanca de câmbio, que é diferente do que estou acostumado. Estou pensando nas coisas agora e não me concentrando em pilotar e maximizar a pilotagem. Mas é isso que acontece quando você não tem quilômetros. Falta isso.”

“Não quero fazer comparações porque não seria justo. Gosto de permanecer cavalheiresco sobre isso. O que posso dizer é que me sinto bem com essa moto, muito bem. Se você olhar o ritmo também na corrida, rodando sem liberdade e pensando em muitas coisas, então rodando com margem, o ritmo ainda estava bom, ainda estava bom o suficiente para ser sexto, sétimo.”

Avatar

Escrito por Fabricio Carvalho

Comentários

Loading…

James Vowles, chefe da Williams

Chefe da Williams atualiza estado de carro destruído no GP da Austrália 

Carro de Lewis Hamilton, na Mercedes

Mercedes analisa problemas em carro de Hamilton e admite: “Não sabemos”