in

Toby Price, duas vezes campeão do Dakar, é dispensado pela KTM

Toby Price rompe com Mitsubishi para disputar Rally Dakar
Divulgação/Toby Price

O duas vezes vencedor do Rally Dakar, Toby Price, anunciou que se separará da equipe de fábrica da KTM depois de quase uma década com o fabricante austríaco. O piloto de 36 anos disse numa publicação nas redes sociais na terça-feira que a KTM decidiu não renovar o seu contrato após a 46ª edição do Dakar em janeiro.

A notícia marca o fim de um relacionamento que já dura quase 15 anos, com a KTM apoiando o australiano desde 2010, quando ele competia em campeonatos de rally locais. Depois de mais sucesso na Europa e na América do Norte com máquinas KTM, Price fez sua estreia no Dakar em 2015 montando uma KTM 450 Rally, conquistando uma vitória em uma etapa nos terrenos difíceis da Argentina, rumo ao terceiro lugar na classificação geral.

Essa saída lhe rendeu um lugar na KTM Factory Team, apoiada pela Red Bull, em 2016, quando dominou os procedimentos para se tornar o primeiro australiano a vencer o Dakar de uma vez. Uma segunda vitória no rally-raid mais difícil do mundo aconteceria em 2019, apesar de uma lesão no pulso que ele sofria desde um evento de treinamento antes do evento.

Por fim, Toby Price também foi última na série de 19 vitórias consecutivas da KTM no Dakar, com o fabricante austríaco a ser ofuscado pela Honda em 2020, depois de o evento ter sido transferido para a Arábia Saudita.

Aspas de Toby Price, após demissão

“A KTM decidiu não renovar o meu contrato, por isso o Dakar 2024 foi o meu último evento com eles… Sinto que ainda estou no meu melhor e vou lá a lutar por vitórias, especialmente no Dakar, por isso é lamentável não ter essa oportunidade de faça isso em 2025.”

“Mas estou muito grato pelo apoio que me deram na minha carreira. Conseguimos fazer grandes coisas juntos, como vencer dois Dakars e conseguir alguns pódios, um Campeonato do Mundo e o nosso sucesso na Austrália também.”

Avatar

Escrito por Fabricio Carvalho

Comentários

Loading…

Oscar Piastri, McLaren, Fórmula 1, andrea stella

F1 hoje: McLaren quer “proteger” Piastri de compromissos da categoria; entenda

Rei da pista do Velocitta, Ricardo Zonta quer vencer pelo quarto ano seguido no interior paulista