in

Daniel Ricciardo crê em novas vitórias na Fórmula 1: “Tenho potencial” 

Daniel Ricciardo substituiu Nyck de Vries, na Fórmula 1
Daniel Ricciardo substituiu Nyck de Vries, na Fórmula 1 - foto: reprodução/F1

A temporada 2023 da Fórmula 1 também ficou marcada pelo retorno de Daniel Ricciardo. O australiano foi contratado para substituir Nyck de Vries, na equipe AlphaTauri. O competidor disputou sete provas.  

Os melhores resultados foram um 7° lugar no Grande Prêmio do México, além de um quarto melhor tempo, no treino classificatório para a mesma corrida. 

“Uma etapa como a do México era tudo o que eu precisava para sentir, novamente, como as coisas estavam dando certo”, recordou, em declarações reproduzidas pelo site Motorsport. 

“Colocar o carro em uma posição na qual as pessoas não esperam vê-lo é algo que te anima. E o quarto lugar foi um ponto alto porque parecia que a AlphaTauri não tinha o direito de estar ali, na segunda fila”, acrescentou Daniel Ricciardo. 

“Nunca me senti assim, então esse tipo de coisa me anima, me dá um frio da barriga. Se isso acontecer, obviamente pode abrir as portas para que eu lute por vitórias novamente”, reforçou. 

Vitória. Isso é algo que Daniel Ricciardo conseguiu oito vezes, nas 239 provas de Fórmula 1 que disputou, segundo dados do site Motorsport Stats.  

Ainda conforme a plataforma, a última vez que o australiano foi o primeiro a completar todas as voltas de uma etapa ocorreu em 2021, quando ele ainda defendia a McLaren. 

“Se eu quero voltar a vencer, é porque acredito que tenho potencial de fazer isso. Mas não tenho a intenção de basear esse momento da minha carreira apenas nisso, de ditar minha felicidade”, declarou. 

“Vencer novamente seria um bônus. Sinto que não estou carregando o peso do mundo nos ombros e isso é bom”, finalizou Daniel Ricciardo. 

Calendário 2024 da Fórmula 1  

A próxima edição do torneio mundial está marcada para ocorrer de 29 de fevereiro até 23 de novembro. 24 provas serão disputadas, o que é um recorde na história da categoria.  

O campeonato inicia com o Grande Prêmio do Bahrein e termina com o GP de Abu Dhabi. O GP de São Paulo é a etapa 21 e vai ocorrer de 1 a 3 de novembro. 

Comentários

Loading…

Os brasileiros estrearam no Dakar em 1988, quando Klever Kolberg e André Azevedo resolveram disputar a corrida, mesmo sem recursos, como pneus reservas para suas motos Yamaha. O Brasil já conquistou títulos em categorias intermediárias da prova, o que não é pouco, mas nunca venceu na classificação geral na categoria principal, dos carros. O primeiro título veio com Kolberg, campeão da categoria Motos Maratona em 1993. O país chegou perto do título geral pela primeira vez em 2023, com Lucas Moraes, que surpreendeu o mundo do off-road ao chegar ao pódio já em sua estreia. Em 2024, no entanto, o time brasileiro chega com a melhor perspectiva da história de sua participação no Dakar – em uma edição que reunirá quase 800 competidores de 72 nacionalidades.

Brasil vai com 17 pilotos para o Dakar 2024

Carros da Fórmula 1 ficaram mais rápidos em 2023; entenda por quê