in

FIA convoca Vasseur e Wolff por uso de linguagem imprópria em coletiva do GP de Las Vegas

Vasseur se incomodou com situação envolvendo o circuito e se recusou a responder pergunta, enquanto Toto Wolff rebateu jornalista

Vasseur, da Ferrari
Divulgação/Ferrari

Os comissários da FIA anunciaram na manhã desta quinta-feira (23) uma convocação dos chefes da Ferrari e Mercedes, Frederic Vasseur e Toto Wolff, respectivamente, para que ambos compareçam no intuito de dar explicações acerca da linguagem imprópria utilizada durante a coletiva que antecedeu o GP de Las Vegas, no último final de semana. A dupla foi advertida pela postura e terá que prestar esclarecimentos.

Toto Wolff e Vasseur marcaram presença na coletiva dos chefes de equipe que ocorreu na sexta-feira passada, um pouco antes do cancelamento do TL1, em decorrência do incidente envolvendo o piloto Carlos Sainz.

Ao debater o assunto que gerou uma forte polêmica, os dois chefes fizeram uso de palavrões ao falarem sobre o tema. Como se tratava de algo formal, transmitido ao vivo, fica veementemente proibido falar de forma imprópria. Inconformado com a situação envolvendo o seu piloto, Vasseur disparou: “Esta situação nos custará uma fortuna – nós fodemos a sessão de Carlos”.

Toto Wolff, por sua vez, fez comentários mais pesados após um momento tenso da coletiva, onde respondeu sobre problemas envolvendo o circuito norte-americano.

“Eles vão selar o bueiro e ninguém vai falar mais sobre isso amanhã cedo…”, disparou o chefe da Mercedes, sendo interrompido por um jornalista britânico que gritou “eles vão”.

“Você que fez essa pergunta? Isso é completamente ridículo, completamente ridículo. É o TL1, como você ousa falar mal de um evento que está criando seus novos padrões para tudo. E você está falando sobre a porra de uma tampa de bueiro que não estava preparada, isso já aconteceu antes, isso não é nada, isso é o TL1”.

“Temos que dar crédito às pessoas que organizaram esse GP, que tornaram o esporte muito maior do que jamais foi. Você já falou bem sobre alguém, escreveu coisas boas? Você deveria fazer isso sobre as pessoas que estão aí. A Liberty fez um ótimo trabalho”, continuou o chefe da Mercedes.

“E por ser uma tampa de bueiro solta em um TL1, não podemos ficar lamentando. O carro está quebrado, é uma infelicidade. Para Carlos, poderia ter sido perigoso, então entre a FIA e a pista, todos precisam estudar como impedir que isso aconteça novamente”, complementou Toto Wolff, ao lado de Vasseur.

O chefe da Ferrari ainda terá de prestar esclarecimentos por se negar a responder uma pergunta do jornalista Tom Clarkson, que comanda as coletivas organizadas pela FIA. O profissional questionou sobre o desempenho da escuderia italiana, e acabou sendo “cortado” por Vasseur.

Avatar

Escrito por Cido Vieira

Jornalista graduado no Centro Universitário Uninter. Trabalha no Torcedores.com desde 2017, desempenhando a função de redator. Setorista do futebol pernambucano em rádios locais e um verdadeiro apaixonado pelo futebol e o automobilismo

Comentários

Loading…

Veja onde assistir ao vivo ao GP de Valencia de MotoGP

Gianluca Petecof lidera parte do treino livre e sai animado da sexta-feira de Stock Car em Cascavel