in

Fórmula 1 hoje: Carlos Sainz reclama de atualização removida do carro da Ferrari

Piloto espanhol disse que o pacote do Grande Prêmio da Espanha não produziu os efeitos desejados; leia mais

Carlos Sainz, piloto da equipe de Fórmula 1 da Ferrari
Carlos Sainz em treino pela Ferrari (Reprodução)

Carlos Sainz atacou pacote de atualização que a Ferrari apresentou no Grande Prêmio da Espanha antes de descartá-lo duas rodadas depois. O espanhol e o companheiro de equipe Charles Leclerc lutaram por ritmo no Circuito de Barcelona-Catalunha. A Scuderia esperava que os desenvolvimentos ajudassem contra a Red Bull e a McLaren. Mas a Ferrari ficou ainda mais para trás e atrás da Mercedes, que reduziu a diferença de desempenho nas últimas rodadas com sua própria série de atualizações.

O quinto e sexto lugares na Espanha foram seguidos pela quinta e sétima posições no sprint no Red Bull Ring, antes de Sainz conquistar um pódio no Grande Prêmio da Áustria, mas Leclerc só conseguiu mancar para casa em P11. Embora o resultado em si não tenha sido terrível, a Ferrari e seus pilotos já viram o suficiente e optaram por devolver o SF-24 à configuração do Grande Prêmio da Emilia Romagna, a partir de maio.

“Claramente não é bom o suficiente. Somos basicamente o mesmo carro de Ímola. Desde Ímola, todos atualizaram e provavelmente adicionaram alguns décimos [de segundo] ao carro, enquanto tivemos que voltar [às especificações de Ímola]”, disse Sainz após o GP de Silverstone.

O três vezes vencedor de Grandes Prêmios explicou a extensão do tempo de desenvolvimento perdido, com a sua equipe tendo agora de refazer os passos para compreender como e por que a última atualização não conseguiu ter o impacto desejado.

“Perdemos dois ou três meses de ganho de desempenho no túnel de vento e desempenho que poderíamos ter acrescentado nesses três meses”, comentou o piloto.

Tal como o Grande Prêmio da Áustria, a corrida em Silverstone viu Sainz desfrutar de um fim de semana mais forte do que Leclerc, que foi eliminado na Q2 durante a sessão de definição do grid de sábado. O espanhol se contentou com outro quinto lugar, enquanto seu companheiro de equipe fez bons progressos iniciais, mas uma escolha incorreta de pneus intermediários arruinou sua prova.

“Sinto que foi pelo menos uma abordagem de volta ao básico, de volta a um carro que sabemos que estava bem em Ímola e só precisamos atualizá-lo a partir daqui. Infelizmente, nossos rivais estão claramente um bom passo à nossa frente”, concluiu Sainz.

Arthur Santos Eustachio

Escrito por Arthur Santos Eustachio

Meu nome é Arthur Santos Eustachio. Sou formado em Jornalismo pela Cásper Líbero.

Atuo como produtor de conteúdo para sites e mídias digitais. Escrevo notícias sobre esportes em geral - hoje principalmente na área de automobilismo: Fórmula 1, MotoGP e Nascar. Já trabalhei na 365Scores e como administrador de páginas esportivas.

Meus esportes favoritos são futebol, tênis, basquete e Fórmula 1. Minhas maiores referências são Cristiano Ronaldo, Novak Djokovic e Max Verstappen.

No mais, curto ler, ouvir música, assistir filmes e, claro, praticar esportes.

Comentários

Loading…

Charles Leclerc, Ferrari

F1 hoje: Vasseur “protege” Charles Leclerc após fim de semana ruim em Silverstone

Valentino Rossi

Valentino Rossi: A espetacular carreira do “Doutor” no MotoGP