in

Mercedes toma decisão sobre Mick Schumacher substituir Lewis Hamilton 

Com a transferência de Lewis Hamilton à Ferrari, a Mercedes tem um assento vago para a temporada 2025 da Fórmula 1

Lewis Hamilton, piloto da Mercedes
Lewis Hamilton vai deixar a Mercedes (foto: reprodução/F1)

Com a transferência de Lewis Hamilton para a Ferrari, a Mercedes tem um assento vago antes da temporada 2025 da Fórmula 1 começar. Um dos reservas imediatos da equipe, Mick Schumacher seria candidato natural, mas ele não vai substituir o britânico. 

De acordo com informações do jornal Bild, o chefe da escuderia, Toto Wolff, se reuniu com o piloto alemão e comunicou que não pretende escolhê-lo. 

Mick Schumacher participou, recentemente, de testes com a Mercedes, em Silverstone. No entanto, os trabalhos não tinham como objetivo avaliar um substituto para Hamilton, mas sim testar algumas configurações.

Experiência de Mick Schumacher na Fórmula 1 

O filho de Michael Schumacher defendeu a Haas em duas temporadas: 2021 e 2022. De acordo com números do site Motorsport Stats, ele marcou 12 pontos em 43 corridas.  

A 6ª posição é o melhor resultado do competidor. Além disso, Mick Schumacher abandonou cinco etapas. 

Mercedes analisa mercado de pilotos 

Depois do GP de Miami, Toto Wolff reconheceu que avalia a contratação de Carlos Sainz. O piloto vai deixar a Ferrari e ser substituído por Hamilton, em 2025. 

“Ele voltou a ser forte. Por isso, estamos em modo observação neste momento”, afirmou o dirigente. 

Wolff também falou sobre Max Verstappen. O holandês é especulado para o assento de Hamilton, mas tem contrato com a Red Bull até 2028. 

“Se eu fosse ele, não iria embora. Pelo menos em 2025. Mas está nas mãos dele. Ele é o melhor no momento. Por isso, é ele quem tem que tomar a decisão”, analisou Toto Wolff. 

Outra possibilidade é o jovem Andrea Kimi Antonelli. O competidor de 17 anos integra a academia de pilotos da Mercedes e é considerado um dos maiores talentos da nova geração de pilotos do automobilismo mundial.

O italiano está na Fórmula 2. Ele representa a Prema Racing e forma dupla com Oliver Bearman.

“Tantas histórias não lhe fazem nenhum favor porque ele tem que se concentrar na temporada de Fórmula 2. Ele está fazendo testes conosco para se atualizar. A decisão será daqui a algumas semanas, senão meses”, finalizou Wolff. 

Comentários

Loading…

Alex Albon, Williams, Fórmula 1

Albon acerta renovação contratual com a Williams

Pedro Acosta, piloto da Tech3 GASGAS

Pedro Acosta explica problemas encontrados em Le Mans na MotoGP