in

Pai de Sainz espera filho em equipe vencedora em 2025 e ex-piloto vê a Red Bull como destino ideal 

Pai de Carlos Sainz diz que vitória no GP da Austrália vem em boa hora com o piloto espanhol busca nova equipe para 2025

Carlos Sainz, piloto da Ferrari
Carlos Sainz, piloto da Ferrari (Divulgação / Ferrari)

Que Carlos Sainz deixará a Ferrari ao final da atual temporada não é novidade. O anúncio foi feito pela própria equipe italiana ainda em fevereiro, quando confirmou Lewis Hamilton como companheiro de Charles Leclerc a partir de 2025. E com o futuro indefinido, o espanhol sabe que precisa de um bom desempenho em 2024 para buscar vaga em uma grande equipe. Aliás, isso é o que espera o pai do piloto da Ferrari, o senhor Carlos Sainz.

Lenda dos ralis e vencedor do Dakar 2024, Sainz pai tem sido visto conversando com diversos chefes de equipes nos bastidores da Fórmula 1. Em Jeddah, por exemplo, o espanhol teve um bate-papo com Toto Wolff, chefe da Mercedes. A equipe de Silverstone, inclusive, busca um piloto para a vaga de Hamilton para 2025.

+ Carlos Sainz negocia com a Mercedes, segundo jornal italiano

Após a vitória de Carlos Sainz no GP da Austrália, Sainz pai destacou que o triunfo veio “em boa hora” justamente pela necessidade do filho mostrar serviço.

“Agora está sendo decidido onde correr no próximo ano, com quem.. Espero que ele tenha a oportunidade de pilotar por uma equipe que permita competir por vitórias”, disse Sainz pai.

Ex-piloto pede Sainz na Red Bull:

O alemão Hans-Joachim Stuck, ex-piloto da Fórmula 1 da déca da 1970, questionou a decisão da Ferrari em abrir mão de Carlos Sainz. O questionamento é feito mesmo que o espanhol tenha sido trocado pelo heptacampeão Lewis Hamilton.

“Ainda me pergunto por que a Ferrari dispensaria um piloto como ele. Frederic Vasseur deveria estar zangado por ter tomado essa decisão. Nunca vou entender a troca de Sainz por (Lewis) Hamilton”, disse Stuck à Eurosport.

Para Stuck, Sainz agora é o nome ideal para assumir a posição de companheiro de equipe de Max Verstappen no lugar de Sergio Pérez. O mexicano tem contrato com a Red Bull somente até o fim do ano e segue com o futuro indefinido.

“Isso (ter Sainz como companheiro de equipe) faria Max ter que acelerar ainda mais, o que ele certamente pode fazer. Tenho certeza de que Max dormiria pior se soubesse que Sainz será seu novo companheiro de equipe”, avaliou o ex-piloto alemão.

Avatar

Escrito por Danielle Barbosa

Comentários

Loading…

Bandsports é a casa das corridas da plataforma TCR na televisão brasileira

MotoGP

Testes da Yamaha foram prejudicados pelo mau tempo em Portugal