in

Sergio Pérez espera que situação conturbada em 2023 não volte a se repetir: “Não sou tão ruim assim”

Checo revela ter utilizado desempenho ruim em prova do ano passado como aprendizado

Sergio Pérez, Red Bull, ex
Divulgação/X/Red Bull

Sergio Pérez, muito provavelmente, iniciará essa temporada como o piloto com maior pressão sobre seus ombros, devido aos rumores de um possível desconforto com sua equipe nos bastidores durante todo o ano passado.

Após desempenhar um desempenho abaixo do esperado, seu contrato com a Red Bull Racing chega ao fim neste ano e uma renovação parece distante no momento. No entanto, algo além de seu inédito vice-campeonato foi positivo no 2023 de Checo Pérez.

Isso porque, sua pior apresentação na temporada, durante o GP do Catar, parece ter servido como aprendizado para Sergio Pérez voltar a evoluir com seu carro na Fórmula 1. Na prova em questão, ele sofreu três penalidades separadas por limites de pista.

Foi um fim de semana tão ruim que pensei ‘não posso ser tão ruim assim’. Havia algo mais acontecendo“, refletiu assim Perez sobre sua corrida no Catar, em entrevista recente ao Speedcafe.

Os problemas que tivemos (com o carro) me fizeram entender muito mais sobre o que eu estava fazendo com a afinação e que direção eu precisava seguir quando tivesse problemas. É algo que definitivamente nos tornará mais fortes“; destacou o mexicano.

O automobilista de 33 anos seguiu relatando como foi a reunião com sua equipe após o desempenho decepcionante no Catar, o qual espera que não ocorra novamente. Segundo ele, toda a situação pode ser vista de forma positiva, devido a sua evolução com seu carro e sua equipe.

Eu estava realmente em uma situação tão difícil que nos reunimos depois do Catar e entendemos muitas coisas que estávamos fazendo com o carro“; revelou. “Isso foi muito bom da nossa parte. Foi ruim que isso tenha acontecido, mas de certa forma também foi bom porque fortaleceu bastante a nossa equipe“; destacou Checo.

Postura de Max Verstappen irrita compatriotas de Sergio Pérez

Em meio à preparação para a próxima temporada e uma possível pressão nos bastidores sobre Checo Pérez, qualquer manifestação de Vespa sobre seu companheiro de equipe repercute.

No entanto, o fato de Max Verstappen estar falando mais de Lando Norris do que de Sergio Pérez gerou um desconforto na terra natal de Checo. Uma espécie de “campanha” do tricampeão para contar com o britânico como parceiro na RBR não agradou a mídia mexicana.

O jornal Esto dedicou um extenso artigo a Max Verstappen, onde o retratou como um ‘bicho-papão’: “Max Verstappen menospreza ‘Checo’ (Sergio) Pérez ao pedir Lando Norris na Red Bull

Por fim, o portal mexicano levantou a hipótese de Verstappen se sentir ameaçado por Checo: “‘Mad Max’ foi ultrapassado por Sergio Pérez nos GP’s da Arábia Saudita e do Azerbaijão e, aparentemente, o filho pródigo da Red Bull não consegue lidar com esses contratempos na batalha com seu companheiro de equipe“.

Avatar

Escrito por Mateus Pereira

Colaborador do Naspistas desde 2023, nasci no estado do Rio de Janeiro e alinho minha maior paixão à minha vocação através da produção de conteúdo sobre esportes. Entre as minhas áreas de maior domínio e experiência profissional estão o automobilismo, o futebol e o universo geek.
Certificado como Jornalista Digital e Social Media pela Academia do Jornalista, contribui no passado como Colunista, Editor-chefe e Líder da editoria de Esportes nos portais R7 Lorena e iG In Magazine.

Comentários

Loading…

yifey ye ferrari

Ferrari anuncia Shwartzman e Ye como pilotos da AF Corse em 2024

sainz ferrari estrella galicia

Estrella Galicia deixa a Ferrari e vai patrocinar a McLaren na Fórmula 1 em 2024