in

Yamaha lança três novas atualizações para buscar vitórias em 2024

Após primeira campanha sem triunfos dos últimos 20 anos no MotoGP, a marca testou diferentes itens visando a próxima temporada

Foto de Fabio Quartararo em prova da MotoGp em Valencia para ilustrar a Yamaha que testou três atualizações na etapa buscando recolocar a marca no caminho das vitórias em 2024 na categoria
Divulgação / Monster Energy Yamaha MotoGP (Twitter)

Em 2023, a Yamaha teve sua primeira temporada no MotoGP sem vitórias desde 2003. No entanto, a marca almeja voltar ao pódio em 2024 e testou algumas atualizações em Valência. Desta forma, o piloto Fabio Quartararo testou as novas atualizações de motor, chassis e peças aerodinâmicas na cidade espanhola. Enquanto Alex Rins, o mais novo contratado da marca de motos, debutou na M1.

Fabio Quartararo analisa desenvolvimentos da Yamaha

As peças aerodinâmicas eram “prioridades” para os pilotos Quartararo e Rins. No entanto, testando desenvolvimentos que forneçam maior competividade no próximo ano, Fabio experimentou as atualizações de motores e chassis também.

Ao comentar os novos desenvolvimentos da Yamaha, o piloto francês disse que estão na “direção correta”. Porém. enfatizou que algumas atualizações da moto não foram “frutíferas”.

“Houve algumas grandes mudanças, especialmente no lado aerodinâmico”, iniciou Quartararo, segundo o portal Crash.net.

“Acho que a direção que tomamos foi a correta. Demos um passo nessa área. Mas os outros desenvolvimentos foram menos frutíferos”, prosseguiu o piloto, sobre o que foi positivo e ‘não tão’ positivo em relação às atualizações da moto da Yamaha.

“Tentamos um chassi novo, mas não foi tão bom, e o motor é realmente semelhante. Um pouco melhor, mas só um pouco”, salientou Quartararo, detalhando suas avaliações sobre os novos desenvolvimentos da marca de motos.

Vale lembrar que o ex-campeão mundial terminou o teste como o 12º mais rápido (0s769). Além disso, o francês havia perdido o aquecimento do GP de Valência na manhã do último domingo (26) por se sentir doente, mas conseguiu completar 63 voltas ontem, terça-feira (28).

“Tenho que continuar com os antibióticos por alguns dias, mas hoje foi muito melhor.”, disse, após perder o aquecimento do último final de semana porque estava convalescente.

Alex Rins também analisou as atualizações

Estreante na Yamaha e ex-vencedor com as motos da Suzuki e da LCR Honda, Rins foi 19º mais rápido no teste. Porém, esteve apenas a 1,3s atrás do líder, Maverick Vinales.

E, de acordo com o portal Crash.net, Rins abriu o jogo após realizar seu debute pela terceira marca diferente de moto na carreira: “Foi meu primeiro dia com a equipe Yamaha e estou muito feliz porque foi um dia muito bom”, afirmou Rins, depois de realizar 54 voltas para testar o novo layout de motor.

“Testamos muitas coisas: pequenas coisas em relação à atualização. Só trabalhamos na aerodinâmica. Estou muito feliz porque me adaptei muito bem à moto tão cedo”, comemorou o piloto após estrear pela Yamaha e testar os novos desenvolvimentos da marca de motos.

Avatar

Escrito por Luciano Ferreira

Comentários

Loading…

red bull dtm

Red Bull volta ao DTM em 2024 com a Abt Audi

Hamilton Mercedes

Hamilton admite pressão por carro competitivo da Mercedes para 2024