in

Travis Pastrana revela expectativas por estreia na Extreme E

Travis Pastrana revelou os seus sentimentos com estreia na categoria Extreme E, na equipe de Jimmie Johnson, na Arábia Saudita

Travis Pastrana

Travis Pastrana tem uma longa lista de conquistas no automobilismo, mas sua primeira experiência pilotando para o proprietário da equipe Jimmie Johnson foi nova e emocionante segundo o piloto, em sua estreia na Extreme E.

Para quem ainda não sabe, a Extreme E é uma categoria de corridas off-road, fundada pela mesma equipe por trás da Fórmula E, que apresenta SUVs elétricos e tecnologias futurísticas em alguns dos ambientes mais remotos e desafiadores do mundo.

O primeiro evento deste ano foi realizado na Arábia Saudita, com Pastrana e Gray Leadbetter – a primeira mulher a vencer um Campeonato da Classe Pro dos EUA na série de circuito fechado Championship Off-Road – pilotado pela LMC.

Pastrana, 11 vezes medalhista de ouro nos X-Games, ícone dos esportes radicais e competidor ocasional da NASCAR, fez sua estreia no fim de semana passado na série Extreme E, competindo com uma nova equipe formada pelo Legacy Motor Club, co-propriedade de Johnson e Maury Gallagher.

Jimmie Johnson, que também planeja competir em um ou mais eventos da série com a equipe este ano, perdeu a estreia ao competir na Daytona 500 de segunda-feira, atrasada pela chuva. Esta série global de cinco eventos utiliza a sua plataforma desportiva para promover a eletrificação, a igualdade e destacar os efeitos das alterações climáticas.

Em 2025, a Extreme E fará a transição para a Extreme H – a primeira série de corridas off-road a hidrogénio do mundo e será reconhecida como um Campeonato da FIA.

Aspas de Travis Pastrana

“Do meu ponto de vista, pilotar o carro na segunda volta é tão bom em um veículo quanto em qualquer coisa, e os últimos segundos de uma volta vêm não necessariamente de arriscar, mas de estar disposto a ir e dirigir no limite. Eu estava dirigindo sobre duas rodas durante metade da pista.”

“Uma grande coisa, porém, foi não bater o carro de Jimmie. Ele não disse isso em voz alta, mas você não quer um grande problema em seu fim de semana de estreia competindo nesta série. Mesmo assim, na segunda rodada estávamos perto da Grande Final, então aumentei um pouco o risco – dentro do razoável, é claro. Sabíamos o que tínhamos que fazer e o risco.”

Avatar

Escrito por Fabricio Carvalho

Comentários

Loading…

Francesco Bagnaia é o atual bicampeão da MotoGP

Bagnaia elogia desempenho da Ducati após testes da MotoGP 2024

Horner, Red Bull

Ford toma atitude nos bastidores com Red Bull após caso Horner