in

Além de Verstappen e Pérez: Todos os pilotos que já correram pela Red Bull

Relembre como foi a passagem de todos os 12 pilotos da RBR na Fórmula 1

Pilotos da Red Bull pela Fórmula 1
Reprodução / Red Bull Content Pool

Atualmente, ao falarmos de Red Bull Racing automaticamente o nome de Max Verstappen toma nossa mente, ou talvez o de seu companheiro de equipe, Sergio Pérez.

Quem começou a acompanhar recentemente o domínio da escuderia junto ao “holandês voador” pode então não imaginar que a equipe austríaca já passou por momentos de menos sucesso desde sua fundação, em 2005.

Ao todo, 12 automobilistas passaram pela equipe até o fim da temporada de 2023, cada um trazendo consigo um contexto único de experiência na RBR.

Todos os pilotos da Red Bull

Confira então abaixo todos os nomes que já representaram a escuderia austríaca e como foram sua passagens pela Red Bull.

Vitantonio Liuzzi

Nação: Itália
Período pela equipe: 2005 (quatro corridas)

Vitantonio Liuzzi, Red Bull, Fórmula 1
Reprodução / Red Bull Content Pool

Em seis temporadas na Fórmula 1, Liuzzi não teve uma longa passagem pela RBR, muito pelo contrário. Foram apenas quatro corridas na temporada de estreia da escuderia, em 2005.

Dessa forma, o italiano participou apenas dos Grandes Prêmios de San Marino, Espanha, Mônaco e Europa em 2005, alcançando como seu melhor desempenho um oitavo lugar em Ímola.

Após deixar a Red Bull Racing, Vitantonio acumulou passagens pela Toro Rosso (equipe satélite da RBR), Force India e HRT, até deixar então a categoria em 2011.

Christian Klien

Nação: Áustria
Período pela equipe: 2005 – 2006

Christian Klien, Fórmula 1
Reprodução / Red Bull Content Pool

Outro piloto que esteve com a RBR em seus primórdios na Fórmula 1 é o austríaco Klien. Ele era piloto da Jaguar quando a equipe inglesa foi vendida para a marca de energéticos e foi rebatizada.

Pela escuderia compatriota, Christian correu por 28 Grandes Prêmios e seu melhor desempenho foi uma quinta colocação na China, em 2005. Ele deixou então a RBR no GP da Itália de 2006 e retornou à F1 em 2010, para correr por apenas três provas pela HRT.

David Coulthard

Nação: Escócia
Período pela equipe: 2005 – 2008

David Coulthard, Red Bull, Fórmula 1
Reprodução / Red Bull Content Pool

Primeiro nome dessa lista que pode ser mencionado como crucial na história da equipe, David Coulthard disputou 71 GPs pela RBR.

Quando chegou em 2005, no ano de estreia da equipe, o piloto escocês já havia construído uma carreira sólida. Sua estreia na F1 foi pela Williams, logo após a trágica morte de Ayrton Senna, e ele alcançou o posto de vice-campeão pela McLaren em 2001.

A experiência de David foi então determinante para levar a escuderia austríaca ao patamar que alcançou, mesmo que seus números pela equipe não se destaquem. Sua melhor corrida com a Red Bull foi uma terceira posição no Grande Prêmio do Canadá em 2008.

Robert Doornbos

Nação: Paises Baixos
Período pela equipe: 2006 (três corridas)

Reprodução / YouTube

Max Verstappen pode ser o neerlandês com a passagem mais longa pela RBR até o momento, mais não é o único. Isso porque Doornbos correu por três provas pela equipe em 2006.

Chegou ao final de todos os Grandes Prêmios, mas sem pontuar. Sua melhor colocação na RBR foi 12º lugar, que alcançou em duas ocasiões: na China e no Brasil.

Pela Fórmula 1 em geral, ele correu por 11 GPs, antes de se tornar comentarista e se destacar como um dos defensores da contratação de Sergio Pérez, anos mais tarde.

Mark Webber

Nação: Austrália
Período pela equipe: 2007 – 2013

Mark Webber, Red Bull, Fórmula 1
Reprodução / Red Bull Content Pool

O primeiro nome dessa lista a de fato acumular vitórias pela Red Bull é o de Mark Webber. Pela equipe ele conseguiu vencer por 9 vezes, além de acumular 12 pole positions em 129 GPs.

Dessa forma, foi na RBR que o australiano viveu os melhores anos de sua carreira pela categoria. Desempenhou um papel crucial na construção da equipe, que se tornou tetracampeã mundial.

Por grande parte de sua passagem pela Red Bull, Mark teve de lidar com a sombra de Sebastian Vettel, mas alcançou a terceira posição no campeonato em três ocasiões: nos anos de 2010, 2011 e 2013.

Sebastian Vettel

Nação: Alemanha
Período pela equipe: 2009 – 2014

Vettel
Divulgação / F1

Talvez o nome de maior sucesso em termos de conquistas pela Red Bull em seus 18 anos de história, Vettel conquistou nada menos que quatro títulos mundiais pela equipe.

Chegou à RBR em 2009 e logo se tornou vice-campeão. A partir do ano seguinte, o alemão iniciou a trajetória de seu tetracampeonato seguido, um feito alcançado apenas por outros três pilotos até o momento: Juan Manuel Fangio, Michael Schumacher e Lewis Hamilton.

Ao todo, Sebastian acumulou 38 vitórias e 44 poles em 113 Grande Prêmios disputados pela escuderia entre 2009 e 2014.

Daniel Ricciardo

Nação: Austrália
Período pela equipe: 2014 – 2018

Daniel Ricciardo
Divulgação / Red Bull Racing

De volta ao grupo Red Bull recentemente, com direito à vaga no grid pela Alpha Tauri – atual equipe satélite do grupo – Daniel Ricciardo disputou exatas 100 corridas pela escuderia, acumulando assim 7 vitórias e 3 poles.

Mesmo que tenha faltado um título durante seus anos na RBR, não faltaram exibições incríveis, indo além das sete vitórias conquistadas e marcando seu nome na memória dos fãs da equipe, muito graças à sua personalidade fora das pistas.

Daniil Kvyat

Nação: Rússia
Período pela equipe: 2015 – 2016

Reprodução / YouTube

“Antecessor” de Verstappen, o piloto russo participou de duas temporadas pela RBR, 2015 e 2016, sendo que na segunda delas disputou apenas três corridas: Bahrein, China e Rússia.

Já na quarta prova de 2016 ele cedeu lugar ao atual tricampeão de F1. Em sua passagem pela Red Bull Racing, Kvyat teve como melhor resultado um segundo lugar no GP da Hungria de 2015.

Após deixar a equipe, continuou sua carreira defendendo às escuderias satélites do grupo por um período: Toro Rosso e AlphaTauri.

Pierre Gasly

Nação: França
Período pela equipe: 2019 (doze corridas)

Pierre Gasly, Red Bull, Fórmula 1
Reprodução / Red Bull Content Pool

A trajetória de Gasly pelo grupo Red Bull pode ser lembrada por uma espécie de “redenção”. Isso porque ele se destacou na Toro Rosso, mas ao subir para a RBR, não teve um desempenho tão positivo.

Ao retornar à equipe satélite, no entanto, viveu seus melhores momentos na categoria até o momento: conquistou o segundo lugar no GP do Brasil de 2019 e alcançou uma surpreendente vitória na Itália no ano seguinte, quando a equipe já havia se tornado a atual AlphaTauri.

Pela RBR, porém, foram apenas 12 Grande Prêmios durante a temporada de 2019 da Fórmula 1. Atualmente faz parte do grid da categoria pela Alpine.

Alexander Albon

Nação: Tailândia
Período pela equipe: 2019 – 2020

Alexander Albon pela Red Bull na Fórmula 1
Reprodução / Red Bull Racing

Quando Pierre Gasly deixou a Red Bull Racing para retornar à Toro Rosso, Alex Albon teve a oportunidade de assumir o volante.

O tailandês enfrentou então desafios significativos em um momento conturbado do carro da RBR e encerrou sua passagem pela equipe no final de 2020, conquistando apenas dois pódios com P3 nos GPs da Toscana e do Bahrein.

Em 2021, Albon assumiu o papel de piloto reserva da escuderia austríaca, mas hoje faz parte do grid da Fórmula 1 pela Williams. Recentemente, ele disse ter se saído melhor que Pérez como companheiro de Verstappen, durante participação em um podcast.

Max Verstappen

Nação: Países Baixos
Período pela equipe: Desde 2016

Reprodução / YouTube

Atual tricampeão seguido da Fórmula 1 de forma avassaladora, Max Verstappen é, sem dúvidas, o nome de maior apelo popular dentre todos os automobilistas que já passaram pela Red Bull Racing em seus 18 anos de existência.

O neerlandês se destacou ao ser o piloto mais jovem a competir pela Fórmula 1, durante sua passagem pela Toro Rosso, quando tinha apenas 17 anos, em 2015.

Ao ser efetivado à RBR em 2016, ele conquistou a vitória logo em sua primeira corrida pela equipe, tornando-se também o mais jovem vencedor da história da Fórmula 1, aos 18 anos e 7 meses, quase três anos mais jovem que o segundo colocado desse ranking.

– 8 fatos curiosos sobre Max Verstappen, tricampeão da Fórmula 1

Sergio Pérez

Nação: México
Período pela equipe: Desde 2021

Sergio Pérez, Fórmula 1 2023
Reprodução / X – @redbullracing

Encerramos a lista com o atual companheiro de Max Verstappen pela RBR. “Checo” Pérez, como é conhecido popularmente, chegou à escuderia austríaca após sete temporadas de bons serviços prestados à Force India / Racing Point.

Apesar de ter seu vinculo com a equipe muito questionado atualmente por parte dos envolvidos com o automobilismo, o mexicano já mostrou em diversas ocasiões do que é capaz na F1.

Em três temporadas pela RBR, Pérez conquistou seu inédito vice-campeonato em 2023, confirmando assim uma dobradinha da escuderia.

Avatar

Escrito por Mateus Pereira

Colaborador do Naspistas desde 2023, nasci no estado do Rio de Janeiro e alinho minha maior paixão à minha vocação através da produção de conteúdo sobre esportes. Entre as minhas áreas de maior domínio e experiência profissional estão o automobilismo, o futebol e o universo geek.
Certificado como Jornalista Digital e Social Media pela Academia do Jornalista, contribui no passado como Colunista, Editor-chefe e Líder da editoria de Esportes nos portais R7 Lorena e iG In Magazine.

Comentários

Loading…

Coproprietário da Mercedes compra ações

Coproprietário da Mercedes decide investir em ações de time inglês

Jack Doohan pode ser promovido à Fórmula 1 depois de acumular experiência na Fórmula 2

Jack Doohan comemora 3° lugar na Fórmula 2 e mira Fórmula 1