in

Caso Horner: mulher que acusa dirigente da Red Bull estaria “assustada e intimidada”

Christian Horner, Red Bull
Divulgação/F1.com

O caso envolvendo o dirigente Christian Horner e uma funcionária da Red Bull Racing está em uma espécie de pausa há algum tempo. No entanto, o assunto com o chefe da equipe, que foi acusado de comportamento inadequado e assédio pela meulher, não está completamente resolvido, tanto internamente, quanto externamente.

A mulher em questão recorreu à Red Bull GmbH contra a decisão de inocentar Horner, que foi publicado em nota da empresa há algumas semanas. Uma reclamação também foi apresentada à Comissão de Ética da FIA . A funcionária da Red Bull ainda está em silêncio e prefere, até o momento, não falar à imprensa, segundo publicou o site GPBlog.

Existe uma explicação para isso, segundo a imprensa especializada. Todas as partes, incluindo a mulher e também Horner, tiveram que assinar um acordo de confidencialidade. Não se sabe, conforme a publicação, se houve algum tipo de coação. A mulher só pode discutir o assunto com o pai e o irmão, segundo a BBC publicou após revelação de um amigo próximo da mulher em questão.

“É impossível que as pessoas entendam como é para ela. Ela não pode falar e não quer falar. Mas posso lhe dizer o que isso está fazendo com ela. Cada vez que eu pergunto algo a ela, ela começa a chorar e diz que não tem ninguém com quem conversar porque ela está não tem permissão para falar”, disse o amigo, que manteve o anonimato, à BBC.

“Ela está muito chateada, muito zangada, muito assustada, muito intimidada, muito solitária. E acho que é impossível para as pessoas entenderem, sem estar no lugar dela, como é para ela.”

Caso Horner ainda gera dúvidas

Um dia depois de a queixa da mulher ter sido rejeitada por um advogado independente, que foi pago pela Red Bull, supostas mensagens de WhatsApp, supostamente entre Horner e a mulher, foram vazadas para a mídia e outros membros importantes do paddock.

A Red Bull e Horner nunca confirmaram se as mensagens eram verdadeiras. Uma amiga da mulher, também anônima e à BBC, se perguntou por que Horner não admite que as mensagens são verdadeiras.

“Eu realmente sinto que algumas pessoas acham que são necessários dois para dançar o tango, mas isso é injusto. Isso é uma tentativa de desviar o foco. A questão aqui é: Christian deveria ter feito o que fez como CEO? (…) Você tem uma mulher solteira que seguiu o processo certo e sente que não é ouvida e que foi um processo totalmente injusto. “

Avatar

Escrito por Matheus Camargo

Comentários

Loading…

Yuki Tsunoda e Daniel Ricciardo, Fórmula 1

Yuki Tsunoda perde espaço para substituir Sergio Pérez na Red Bull

Ayrton Senna e Juan Manuel Fangio, Fórmula 1

Relembre a trajetória de Juan Manuel Fangio, ídolo de Senna na Fórmula 1