in

Chefe da Ferrari diz qual foi a principal evolução da Ferrari na temporada 2023 da Fórmula 1

Fred Vasseur, chefe da Ferrari, disse que mentalidade da equipe mudou na Fórmula 1, principalmente no segundo semestre

Vasseur, da Ferrari
Divulgação/Ferrari

O chefe da Ferrari, Fred Vasseur, acredita que a abordagem mais agressiva de sua equipe de Fórmula 1 rendeu os maiores ganhos durante sua primeira temporada em Maranello. Vasseur chegou à Ferrari no inverno passado para substituir Mattia Binotto e, embora tenha chegado tarde demais para ter um efeito significativo no projeto do carro de 2023, seus esforços de reorganização começaram a se mostrar promissores no segundo semestre.

Enquanto a equipe lutava para fazer grandes atualizações em seu SF-23, em parte devido às limitações do chassi, o chefe da equipe disse que incutiu uma abordagem mais agressiva e orientada ao risco em Maranello, que tinha a reputação de ter um medo sistêmico de falhar. O francês sentiu que essa atitude rendeu mais tempo por volta do que as próprias atualizações.

Em trecho de entrevista divulgado pelo Motorsport, o chefe da Ferrari, Fred Vasseur, comentou os avanços da Ferrari na Fórmula 1 em 2023.

“Quando você chega a este grupo (Ferrari), precisa entender como o grupo está funcionando antes de tomar qualquer ação ou decisão. O tema principal para nós e a maior melhoria que fizemos na temporada foi mais na abordagem e na mentalidade. Acho que corremos mais riscos, fomos um pouco mais agressivos e isso influenciou. Temos que ser ambiciosos e não ter medo de qualquer incidente ou algo assim, e acho que demos um passo nesse sentido.”

Mesmo com o grid apertado no ano, chefe da Ferrari gostou dos avanços

De acordo com Vasseur, esses ganhos tiveram um grande impacto devido ao quão apertado o grid estava em 2023, o que significa que alguns décimos poderiam significar uma grande diferença, já que a Ferrari perdeu por pouco para a Mercedes na luta pelo segundo lugar no campeonato de construtores.

“Quando dissemos que estávamos numa situação difícil no início, estávamos provavelmente a dois ou três décimos de distância. Demos um passo de um ou dois décimos. Agora o grid está tão compacto e tão apertado que por um ou dois décimos você pode mudar completamente a fisionomia do fim de semana. Trouxemos uma atualização no Japão, mas não foi grande. Ainda estou convencido de que foi mais na operação de pista que demos o passo no último terço da temporada, muito mais do que no desenvolvimento do carro.”

Avatar

Escrito por Matheus Camargo

Comentários

Loading…

nascar-kaulig-racing-justin-marks dono de equipe

Dono de equipe revela que MotoGP trabalha para ter mais uma prova nos Estados Unidos

Equipes da Fórmula 1 irão parar atividades entre Natal e Ano Novo pela primeira vez