in

FIA se pronuncia após denúncia contra Horner, mas não confirma nova investigação

Funcionária da Red Bull que acusa Christian Horner de conduta sexual imprópria  formalizou uma denúncia na FIA

Christian Horner, Fórmula 1
Christian Horner (Divulgação: Red Bull Racing)

A funcionária da Red Bull que fez a denúncia de conduta sexual imprópria contra Christian Horner ainda busca justiça. A princípio, a Red Bull rejeitou a denúncia contra o chefe da equipe após a investigação interna. Diante disso, a mulher formalizou uma nova denúncia, mas desta vez na Federação Internacional de Automobilismo (FIA). A informação inicial é da BBC. 

Diante da repercussão, a própria FIA se pronunciou sobre os rumores. A entidade, entretanto, optou por não entrar em muitos detalhes sobre o caso. 

Na FIA, as consultas e reclamações são recebidas e gerenciadas pelo Diretor de Conformidade e pelo Comitê de Ética, quando apropriado. Ambos os órgãos operam de forma autônoma, garantindo estrita confidencialidade durante todo o processo. Consequentemente, e em geral, não podemos confirmar o recebimento de nenhuma reclamação específica e é improvável que possamos fazer mais comentários sobre as reclamações que possamos receber de qualquer parte“, diz o comunicado.

O caso da acusação contra Horner surgiu em fevereiro, quando o jornal holandês De Telegraaf divulgou que o chefe da Red Bull estava sob investigação. Horner sempre negou as acusações e seguiu desempenhando normalmente suas funções dentro da equipe. Inclusive, o britânico participou do lançamento do RB20.

+ Funcionária da Red Bull que denunciou Horner pretende fazer um esclarecimento público sobre o caso

Às vésperas do GP do Bahrein, o primeiro da temporada, a Red Bull divulgou um comunicado à imprensa rejeitando a denúncia contra Horner. No comunicado, a empresa afirmou:

“A investigação independente sobre as alegações feitas contra o Sr. Horner está completa e a Red Bull pode confirmar que a reclamação foi rejeitada. O reclamante tem direito de recurso. A Red Bull está confiante de que a investigação foi justa, rigorosa e imparcial. O relatório da investigação é confidencial e contém informações privadas das partes e terceiros que ajudaram na investigação e, portanto, não faremos mais comentários por respeito a todos os envolvidos. A Red Bull continuará se esforçando para atender aos mais altos padrões de local de trabalho.”

Horner já havia negado as alegações feitas sobre ele anteriormente. Durante o lançamento do RB20, o chefe da equipe comentou o caso. “Eu nego totalmente as alegações. Para mim, tudo segue normalmente. Estou confiante nisso. Caso contrário, não estaria aqui”, disse ele na ocasião.

Avatar

Escrito por Danielle Barbosa

Comentários

Loading…

Foto de Fabio Quartararo em prova da MotoGp em Valencia para ilustrar a Yamaha que testou três atualizações na etapa buscando recolocar a marca no caminho das vitórias em 2024 na categoria

Fabio Quartararo admite nível fraco na Yamaha em 2024

Max Verstappen, Fórmula 1

Albon nega que a Fórmula 1 esteja chata com o domínio de Verstappen: “As corridas são intensas”