in

Hill analisa desempenho de Verstappen e diz que o holandês pode ficar desmotivado na Fórmula 1

Campeão mundial da F1 em 1996, Damon Hill comentou sobre a supremacia do holandês no campeonato nas últimas temporadas

Damon Hill, ex-piloto de Fórmula 1.
Hill destacou o crescimento de Ferrari e McLaren na temporada da Fórmula 1 em meio à queda de Pérez (Reprodução / X - @HillF1)

A temporada 2023 da Fórmula 1 foi retomada neste fim-de-semana, com a largada do GP da Holanda acontecendo neste domingo (27), no circuito de Zandvoort. Max Verstappen é o favorito, podendo conquistar a nona vitória consecutiva e igualar a marca de Sebastian Vettel em 2013. Campeão da F1 em 1996, Damon Hill comentou sobre a performance do holandês da Red Bull.

O ex-piloto britânico alertou que o próprio Verstappen poderia ficar desmotivado com os rumos da competição. Recentemente, o holandês reclamou da adição de novas corridas no calendário, além dos ajustes nas provas sprint.

Em declaração para o podcast Sky Sports F1, Damon Hill repercutiu as opiniões de Max Verstappen. “Acho que há uma pequena chance dele ficar entediado porque, ao ouvir alguns de seus comentários sobre a Fórmula 1, ele parece bastante negativo sobre ter que fazer algum trabalho extra, ou o quantidade de voos e outras coisas que ele tem que fazer“, declarou.

Damon Hill prosseguiu: “Então você nunca sabe. Ele pode simplesmente dizer: ‘Não posso mais me incomodar com isso’. E sair para jogar videogame em Mônaco. Mas há uma chance muito, muito pequena de isso acontecer. Não há nada que possa impedi-lo, não é mesmo?“, questionou.

Para Damon Hill, uma parada nas atividades pode fazer com que o piloto retorne com mais entusiasmo

Max Verstappen chegou a admitir, em entrevistas anteriores, que poderia se aposentar em 2028. Neste ano, se encerrará seu contrato com a Red Bull. Damon Hill acredita que o holandês poderia tirar um período sabático depois desta data, retornando posteriormente, assim como fizeram Fernando Alonso e Daniel Ricciardo.

Estamos falando de um esgotamento muito precoce. Você olha para Fernando (Alonso), que teve uma carreira incrivelmente longa, ele teve um pouco de folga“, observou Damon Hill.

Você se pergunta se às vezes esses pilotos precisam de um ano de redefinição onde eles dizem: ‘Ok, quero fazer todas essas outras coisas para as quais não tenho tempo quando sou piloto de Fórmula 1’. Ok, faça isso e então você perceberá que, na verdade, você está muito mais interessado em vencer Grandes Prêmios e estar na F1“, pontuou o ex-automobilista britânico.

Por fim, Damon Hill acredita que uma breve interrupção das atividades faria com que fosse retomada a vontade do piloto de voltar a competir. “Os caras que voltaram, realmente acho que chegaram com mais entusiasmo do que antes”, concluiu.

Avatar

Escrito por Marco Andrews Felgueiras Maciel

Jornalista formado pela PUCRS em 2007 e pós-graduado em Imprensa Esportiva e Assessoria de Comunicação pela Universidade Castelo Branco. Atuei na web-rádio Voz do Futebol e escrevo para o Torcedores.com desde 2022, além de colaborar para o site Nas Pistas a partir de 2023. Também edito o SAMBARIO, voltado para carnaval e sambas-enredo, desde 2004. No canal do YouTube do portal (@sambariosite), entrevistamos mais de uma centena de personalidades do samba e do carnaval nos tempos da pandemia. Ainda fui redator e assessor de imprensa da ALAP (Associação Latino-Americana de Publicidade).

Comentários

Loading…

Marc Márquez Ducati

Marc Márquez diz que MotoGP está indo na direção oposta da Fórmula 1; entenda

Lewis Hamilton

Hamilton comenta sobre o desempenho da Mercedes e projeta luta contra a Red Bull na Holanda