in

Lewis Hamilton critica administração da Fórmula 1: “Falta transparência”

Heptacampeão mundial da categoria abriu o jogo sobre certas atitudes e decisões da FIA que impactam o esporte

Lewis Hamilton, Mercedes
X/Mercedes

O piloto Lewis Hamilton afirmou que não há transparência nem responsabilidade na atual gestão da Fórmula 1, dado que o esporte continua a ser abalado por disputas fora das pistas. O atleta da Mercedes se referia a controvérsias envolvendo a FIA.

Falando antes do Grande Prêmio da Austrália deste fim de semana, Hamilton disse: “Com a FIA, as coisas acontecem a portas fechadas, não há responsabilidade e os fãs precisam disso. Como você pode confiar no esporte e no que está acontecendo aqui se você não tem isso?”

Por outro lado, Hamilton elogiou a diretora da F1 Academy, Susie Wolff, por tomar medidas legais contra a FIA após a polêmica investigação de conflito de interesses sobre ela no ano passado.

Wolff anunciou seu caso legal, que se acredita ser de difamação contra uma série de figuras importantes da FIA, no mesmo dia em que o comitê de ética da organização inocentou seu presidente das alegações de que ele interferiu nas corridas na Arábia Saudita e em Las Vegas no ano passado.

Questionado se Mohammed Ben Sulayem ainda tinha a confiança de Hamilton como presidente da FIA, ele negou. “Nunca teve. Estou extremamente orgulhoso de Susie. Ela é tão corajosa e representa grandes valores e é uma líder. Em um mundo onde muitas vezes as pessoas são silenciadas, o fato de ela se levantar envia uma mensagem tão boa, e eu adoro que ela tenha tirado isso deste mundo e esteja lutando contra isso de fora”.

Ben Sulayem foi acusado por um denunciante de exigir a anulação de uma penalidade imposta a Fernando Alonso, da Aston Martin, na Arábia Saudita no ano passado e de pedir a seus dirigentes que não ultrapassassem a pista de Las Vegas adequada para corridas.

Um relatório do responsável pela conformidade da FIA continha alegações de uma testemunha ocular, que era um alto funcionário, de que ambas as coisas tinham acontecido. Mas, na quarta-feira, a entidade anunciou que depois de entrevistar 11 testemunhas, o seu comité de ética inocentou Ben Sulayem “de qualquer irregularidade”.

Avatar

Escrito por Arthur Santos Eustachio

Meu nome é Arthur Santos Eustachio. Sou formado em Jornalismo pela Cásper Líbero.

Atuo como produtor de conteúdo para sites e mídias digitais. Escrevo notícias sobre esportes em geral - hoje principalmente na área de automobilismo: Fórmula 1, MotoGP e Nascar. Já trabalhei na 365Scores e como administrador de páginas esportivas.

Meus esportes favoritos são futebol, tênis, basquete e Fórmula 1. Minhas maiores referências são Cristiano Ronaldo, Novak Djokovic e Max Verstappen.

No mais, curto ler, ouvir música, assistir filmes e, claro, praticar esportes.

Comentários

Loading…

Max Verstappen, Fórmula 1

Verstappen não descarta uma mudança para a Mercedes

Carlos Sainz e Oliver Bearman

F1 hoje: Sainz elogia Oliver Bearman, seu substituto na Ferrari