in

Mulher que acusou Horner se sente ‘decepcionada’ com a Red Bull após investigação

Chefe da equipe foi inocentado e funcionária foi afastada depois de investigação

Christian Horner, Red Bull, Fórmula 1, GP de Las Vegas
Reprodução / Red Bull

A mulher que acusou Christian Horner de comportamento inadequado sente-se “decepcionada” com a Red Bull após investigação que movimentou o mundo da Fórmula 1.

Em declarações ao “Daily Mail”, uma amiga próxima revelou como a suposta vítima está se sentindo: “Ela está muito decepcionada com a forma como tudo aconteceu, especialmente porque ela fez tudo conforme as regras”, afirmou.

A funcionária da RBR apresentou uma queixa interna contra Horner, o que gerou uma investigação no início de fevereiro. O chefe da equipe, que é casado com Geri Halliwell, negou veementemente a acusação feita contra ele.

A amiga prosseguiu dando detalhes: “Ela expressou suas preocupações em particular e fez tudo certo, mas se sente muito decepcionada com a empresa. Eles a suspenderam quando ela seguiu o processo adequado de forma diligente e correta. A falta de apoio é notada e ela está muito decepcionada. Horner foi inocentado e ela foi então suspensa”, lamentou.

Um advogado independente foi chamado para avaliar o caso. A mulher, que não teve a identidade revelada, e Horner, foram entrevistados e apresentaram argumentos na siuação. Diante dos depoimentos, o chefe da Red Bull foi declarado inocente e a moça foi suspensa pela equipe; ela tem o direito de recorrer.

“Quem na Red Bull está tomando todas essas decisões e quem na Red Bull está se esforçando para estabelecer a origem desses vazamentos? Ela simplesmente não consegue superar o fato de ter feito uma reclamação e ter sido suspensa – tudo o que ela quer é transparência em o processo”, protestou a amiga.

Após o fim das apurações internas, a RBR divulgou uma nota de esclarecimento: “A investigação independente sobre as alegações feitas contra o Sr. Horner está completa, e a Red Bull pode confirmar que a reclamação foi rejeitada. O reclamante tem o direito de recorrer”, diz o comunicado.

O caso deve ganhar novos capítulos em breve. A Red Bull segue em alta nas pistas com Max Verstappen e Sergio Pérez, mas convive com problemas nos bastidores.

Comentários

Loading…

Fernando Alonso Aston Martin

Ex-Red Bull acredita que Alonso pode ameaçar Verstappen e concorrentes em 2024

McLaren, Piastri

Fórmula 1: Oscar Piastri se vê mais Prost do que Senna