in

F1 hoje: Verstappen também pediu a FIA uma investigação sobre o caso Horner; entenda

Max Verstappen também teria rusgas com o chefe da Red Bull, Christian Horner, absolvido em processo de assédio na F1

Christian Horner e Max Verstappen
Horner ao lado de Verstappen, atual tricampeão mundial de F1 (Reprodução / Red Bull)

Christian Horner foi inocentado na semana passada de acusação de assédio sexual. Uma funcionária da Red Bull denunciou o chefe da equipe da F1 por má conduta, com capturas de tela de uma suposta troca de mensagens entre Horner e a mulher enviadas de forma anônima a autoridades e jornalistas depois do julgamento.

O escândalo vem causando péssima repercussão entre a família Verstappen. Depois do desentendimento de seu pai Jos com o chefão da Red Bull, Max Verstappen também teria se mostrado bastante incomodado com a atitude de Horner.

Conforme informações da BBC, o atual tricampeão mundial de F1 teria sugerido ao presidente da FIA, Mohammed Ben Sulayem, que a entidade fizesse uma investigação à parte sobre o chefe da Red Bull.

Com a polêmica, Jos Verstappen teria ameaçado tirar o filho da escuderia austríaca, além de exigir a saída de Horner da Red Bull. Entretanto, Ben Sulayem teria pedido a Max para apoiar o chefe da equipe austríaca publicamente, pois sentiu que a saga estava ‘prejudicando o esporte’.

Mas Max Verstappen teria reforçado o conselho de que a FIA realizasse uma nova investigação contra o principal dirigente da Red Bull. Recentemente, a principal entidade do automobilismo avaliou a conduta do chefe da Mercedes, Toto Wolff, e de sua esposa Susie, por conflito de interesses e vazamento de informações.

Tricampeão da F1 sobre Jos Verstappen: “Meu pai é muito franco”

Questionado pela imprensa sobre o caso Horner, Max Verstappen despistou publicamente. “Do meu lado, e acho que o que posso ver também dos mecânicos e dos engenheiros, estamos totalmente focados no carro e na apresentação aqui durante o fim de semana. Esse assunto não é da nossa conta. Não estamos particularmente envolvidos nisso”, declarou antes do GP do Bahrein, vencido pelo holandês no sábado (2).

O piloto da Red Bull se posicionou a favor de Jos Verstappen. “Como filho do meu pai, seria estranho estar em um lado diferente”, defendeu Max. “Pelo que já o conheço no kart, o meu pai é muito franco. Ele não é um mentiroso, isso é certo”, completou.

Comentários

Loading…

Russell reage a rumores de Verstappen na Mercedes: “Há muita coisa acontecendo”

MotoGP

MotoGP encaminha conversas para troca nos direitos televisivos