in

Eddie Jordan vê perda de imagem na Red Bull com caso Horner: “Coisa mais absurda que já vi” 

Christian Horner ainda aguarda a definição da investigação interna instaurada pela Red Bull após a alegação de comportamento inadequado

Christian Horner, chefe da equipe Red Bull Racing
Reprodução/F1

A Red Bull ainda não concluiu a investigação interna que faz sobre a acusação de comportamento inadequado contra Christian Horner, chefe da equipe. E às vésperas da estreia da temporada de 2024 da Fórmula 1, a indefinição sobre o caso preocupa e chama atenção. 

Os rumores indicam um grande impasse interno dentro da Red Bull, O diretor Oliver Mintzlaff defende a demissão de Horner, contudo, o proprietário tailandês Chalerm Yoovidhya é quem o segura no cargo. Nesse cenário, vale lembrar que Mintzlaff não pode assumir a responsabilidade de definir o futuro do chefe da equipe porque possui apenas 49% da Red Bull Racing. Ou seja, ele não tem poder suficiente para demitir Horner.

Para Eddie Jordan, por exemplo, a situação de Horner já começa a gerar desconfiança. O ex-proprietário da Jordan questiona se alguém acredita que a funcionária realmente teria inventado as alegações.

“Eu já vi muitas decisões erradas. Mas a situação da Red Bull é a coisa mais absurda que já vi. Claro, inicialmente há a presunção de inocência para Horner. Mas alguém realmente acredita que a funcionária inventou as alegações? Se Horner é inocente, ela é culpada? A perda de imagem da Red Bull já é enorme. Alguém precisa acionar o paraquedas agora”, disse Jordan ao F1-Insider.com.

+ Ralf Schumacher diz que a saída de Horner não faria uma grande diferença e indica substituto

Em meio ao imbróglio, vale destacar também que Horner nega completamente a acusação. Durante a apresentação do RB20 no último dia 15, Horner voltou a negar a acusação e agradeceu o apoio que tem recebido.

“Recebi um enorme apoio. Os acionistas têm nos apoiado enormemente. Existe um processo. Foram feitas algumas alegações que eu nego totalmente. Estou cumprindo esse processo, que seguirá seu curso, portanto não posso comentar mais nada. É um processo privado da empresa, mas espero que seja concluído em um futuro próximo”, disse Horner.

“O apoio de toda a equipe tem sido notável. Às vezes, é em situações como essa que você vê onde estão os pontos fortes. O apoio que recebi da equipe foi impressionante. Os pilotos têm sido incrivelmente bons. Os parceiros também. Tem sido incrível. Tenho uma família que me apóia muito. Minha esposa tem me apoiado muito. Meu foco tem sido o trabalho e a preparação para a próxima temporada”, acrescentou.

Avatar

Escrito por Danielle Barbosa

Comentários

Loading…

Conheça a Sprint Trophy, categoria de entrada da Porsche Cup C6 Bank

Pierre Gasly e Esteban Ocon vão ser os titulares da Alpine, na temporada 2024 da Fórmula 1

Ocon e Gasly admitem Alpine atrás de rivais na Fórmula 1: “Não estamos no topo”