in

Funcionária da Red Bull recusa acordo financeiro e deve levar Horner para o tribunal 

Funcionária da Red Bull que acusa Christian Horner teria recusado uma proposta de acordo de cerca de R$ 4,06 milhões

Horner, Red Bull
Divulgação/Red Bull

O caso envolvendo a acusação de ‘comportamento inadequado’ de Christian Horner parece estar longe de terminar. A Red Bull faz sua própria investigação interna antes de tomar qualquer decisão sobre o futuro do chede da equipe. Contudo, isso não deve ser o suficiente.

Segundo o F1-Insider, a funcionária da Red Bull responsável pela denúncia contra Horner abriu também um processo contra o britânico. Nesse ínterim, a mulher ainda rejeitou o acordo financeiro proposto por Horner para encerrar o caso. O montante oferecido – e recusado – seria de  650 mil libras esterlinas (cerca de R$ 4,06 milhões).

De acordo com o jornal holandês De Telegraaf, Horner teria enviado mensagens de cunho sexual à colega durante “um período de tempo considerável”. O histórico de mensagens do aplicativo foi usado como prova pela defesa da suposta vítima.

+ Caso Horner: Advogado repassou as conclusões da investigação para a Red Bull

Durante a apresentação do RB20 no último dia 15, Horner voltou a negar a acusação e agradeceu o apoio que tem recebido.

“Recebi um enorme apoio. Os acionistas têm nos apoiado enormemente. Existe um processo. Foram feitas algumas alegações que eu nego totalmente. Estou cumprindo esse processo, que seguirá seu curso, portanto não posso comentar mais nada. É um processo privado da empresa, mas espero que seja concluído em um futuro próximo”, disse Horner.

“O apoio de toda a equipe tem sido notável. Às vezes, é em situações como essa que você vê onde estão os pontos fortes. O apoio que recebi da equipe foi impressionante. Os pilotos têm sido incrivelmente bons. Os parceiros também. Tem sido incrível. Tenho uma família que me apóia muito. Minha esposa tem me apoiado muito. Meu foco tem sido o trabalho e a preparação para a próxima temporada”, acrescentou.

Presente na apresentação no novo carro da Red Bull para 2024, Max Verstappen também foi perguntado sobre o caso envolvendo Horner. O tricampeão, contudo, evitou falou sobre o assunto.

“Do meu lado, estou muito focado na minha própria performance para estar pronto, estar em forma, estar pronto para guiar o carro, discutir coisas com os engenheiros, o que você quer fazer. Além disso, minha vida não é só a F1. Quando estou em casa, prefiro não pensar muito na F1 além do meu treinamento programado. Há muitas coisas acontecendo nos bastidores para mim, o que quero fazer no futuro do lado virtual das coisas em que estou trabalhando. Mas certamente estou ocupado o suficiente em casa”, disse.

A Fórmula 1 retorna em 2 de março de 2024 com o GP do Bahrein; Ao todo, serão 24 etapas  ao longo de todo ano, ou seja: será a maior temporada da história da categoria.

Avatar

Escrito por Danielle Barbosa

Comentários

Loading…

Lando Norris

Lando Norris exalta novo carro da McLaren: “Me senti confortável”

Christian Horner, Red Bull, Fórmula 1, GP de Las Vegas

Fórmula 1 se pronuncia sobre investigação envolvendo Christian Horner