in

Ricciardo admite luta no meio de tabela da VCARB na F1: “Estou ciente”

Australiano Daniel Ricciardo irá defender a Visa CashApp RB, novo nome da AlphaTauri, na temporada 2024 da Fórmula 1

Daniel Ricciardo
Reprodução/AlphaTauri

Daniel Ricciardo é um dos pilotos da VCARB, iniciais de Visa CashApp RB, uma das duas novas equipes da Fórmula 1. Guiando o carro que substituiu a antiga AlphaTauri junto com Yuki Tsunoda, o australiano conseguiu o quarto melhor tempo no primeiro dia de treino de pré-temporada no Bahrein, na quarta (21). No segundo ontem (22), obteve a quinta posição.

Mesmo com as marcas interessantes, Ricciardo projeta a presença da VCARB nas posições intermediárias na classificação da F1. “Independentemente de onde estejamos na tabela de tempos, vou ficar em algum lugar no meio”, previu o piloto de 34 anos.

Ricciardo fez alguns questionamentos sobre as dúvidas que cercam os treinos que antecedem o início do campeonato, entre 29 de fevereiro e 2 de março no Grande Prêmio do Bahrein.

“Se você vir Sainz primeiro, há muitas perguntas. É combustível? É o motor? Não é permitido a que horas do dia? Então nunca se sabe”, perguntou, citando o piloto espanhol que se despedirá da Ferrari no fim da temporada.

Ricciardo traça como meta o Q3 e o top-10 na corrida

Mesmo com as incertezas, a meta da novata VCARB é se aproximar do pelotão das cinco equipes favoritas na Fórmula 1. Neste grupo, estão incluídas Ferrari, Mercedes, McLaren, Aston Martin e Red Bull. Além disso, a parceria com a última, mais um pacote de atualizações recente, aumentam as expectativas.

Ainda assim, Ricciardo procurou manter os pés no chão. “Estou ciente de que não seremos um carro da pole position na próxima semana. Gosto de pensar que ainda estamos na busca pelo meio e para começarmos a temporada. Se estivermos no Q3 e pontuarmos no domingo, será um bom começo. Acho que esse é o objetivo”, finalizou.

Comentários

Loading…

Piloto Joel Pearson

Piloto da Fórmula 4 morre aos 19 anos

Max Verstappen, Fórmula 1

Verstappen abre o jogo sobre aproximação de concorrentes